Debate reforça importância de participação de jovens na construção de políticas públicas

Durante encontro, promovido na Semana Nacional da Juventude, nessa segunda-feira (10), mobilizadores e gestores de juventude discutiram a importância da 4ª Conferência Nacional de Juventude como instrumento de participação dos jovens na construção de políticas públicas.

“É um encontro muito rico para a troca de experiências e vivências entre os convidados. Eles puderam esclarecer dúvidas e trazer informações relevantes que impactam na realização da próxima edição do evento e sobre o melhor aproveitamento dos resultados das conferências, em todas as suas etapas, para melhorar as políticas públicas de juventude”, disse a chefe de gabinete da Secretaria Nacional da Juventude (SNJ), Flaviane Stedille, ao destacar que o encontro enriquece o arcabouço de referências de estratégias de mobilização para os mobilizadores da 4ª Conferência.

O presidente da Comissão de Políticas Públicas do Conselho Nacional da Juventude (Conjuve), Pedro Reis, falou da experiência à frente da organização das conferências municipais e estaduais em Tocantins durante a 3ª Edição da Conferência Nacional de Juventude. Ele também deu exemplos práticos sobre a mobilização da juventude e dos interessados na pauta.

Ramirez Lopez, que é gestor de juventude de São Paulo, contou como foi o processo de realização da conferência municipal na cidade mais populosa do país. “Os resultados da conferência municipal, com toda a certeza, contribuíram para que desenvolvêssemos, acompanhássemos e melhorássemos as políticas públicas para a juventude paulista”, explicou.

O debate inspirou o mobilizador Thiago Recalde, de Alagoas. “Pude ver que o bom desempenho abre portas. Inclusive é um privilégio receber o Pedro Reis no dia em que assume a Secretaria de Juventude no Tocantins, o que particularmente nos motiva a seguir com foco em melhor desenvolver PPJ’s aqui no estado de Alagoas”, reforçou.

A reunião virtual, realizada por meio da plataforma Google Meet, contou com 50 participantes. “O encontro de hoje auxiliou no desenvolvimento dos nossos trabalhos frente à Conferência, adequando às novas realidades que enfrentamos”, comentou a mobilizadora do Ceará, Camila Moraes.

Conferência Nacional de Juventude

Prevista pelo Estatuto da Juventude (Lei nº 12.852/2013), a Conferência Nacional de Juventude é convocada em um intervalo máximo de quatro anos. O evento busca discutir políticas públicas, promover a participação social e política, além de aprovar diretrizes, relatórios, documentos e moções sobre a temática da juventude.
A última edição ocorreu em 2015 e mobilizou 600 mil jovens de 15 a 29 anos de idade em todas as etapas.

O decreto que convocou a 4ª Conferência Nacional de Juventude foi assinado pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, em solenidade de comemoração ao Dia Internacional da Juventude. O evento foi realizado no Palácio do Planalto em agosto do ano passado. Contudo, devido à disseminação da pandemia do novo coronavírus (Covid-19) no Brasil ainda há incerteza sobre as datas de realização das etapas municipais, estaduais e nacional.