Perguntas e Respostas

É um espaço de diálogo coletivo, que deve oportunizar a participação social representativa, que contemple a maior participação das juventudes, garantindo momentos para: análises e avaliação das ações governamentais, das ações desenvolvidas por meio de recursos do fundo público, a eleição de prioridades políticas dos respectivos níveis de governo e as diferentes organizações da sociedade civil que representam a juventude.

Todos os sujeitos envolvidos com juventude e pessoas interessadas nas questões relativas a essa política pública.

O sucesso de uma Conferência de Juventude depende de multi participantes. A presença dos jovens é fundamental para que os objetivos sejam alcançados. Afinal qual é a finalidade de uma Conferência? Conferir e avaliar o que está sendo realizado e propor novas medidas para que a política de juventude possa avançar para atender às necessidades e direitos.  Assim sendo, torna-se necessário desencadear um amplo movimento de mobilização nos Municípios, Estados e do Distrito Federal, para que sejam protagonistas nas decisões tomadas nas Conferências. 

Novas Perspectivas para a Juventude, remetendo à Indústria 4.0 e as exigências e habilidades desse fenômeno. Além disso, será trabalhado temário com base nos 11 eixos do Estatuto da Juventude.

A 4ª Conferência Nacional de Juventude é organizada por uma Comissão Organizadora Nacional, instituída por meio da a portaria nº 3.184 do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH), publicada no dia 30 de dezembro de 2019.

Entre as competências previstas, estão a orientação do trabalho das comissões organizadoras estaduais e do Distrito Federal, além da viabilização de infraestrutura necessária à realização da etapa nacional da conferência. A comissão é coordenada pelo presidente do Conselho Nacional da Juventude (Conjuve) e composta por quarenta membros.